MANEJO FLORESTAL E PRODUTOS FLORESTAIS

A Floresta e o Humano

Sabemos que desde os primórdios o humano está em contato com a natureza, pois é através dela que extraímos recursos para a nossa sobrevivência, assim como fizeram nossos antepassados para obter energia, alimento e abrigo. Atualmente, não é diferente o que acontece. Hoje o homem tem o uso da tecnologia ao seu favor, e através dela, podemos aumentar a produtividade e até extrair recursos de origem florestal de forma sustentável, sem impactar de forma severa nossas grandes reservas florestais.

Manejo Florestal

Manejo florestal é a atividade de administrar os recursos da floresta, seja ela nativa ou plantada, de forma racional, eficiente e sustentável a fim de atingir objetivos econômicos, ambientais e sociais, obedecendo o tripé da sustentabilidade.

Diferentemente do desmatamento ilegal, o manejo florestal é realizado de modo a possibilitar a continuidade da floresta através da exploração de impacto reduzido (EIR), método que visa a extração de produtos florestais com impactos mínimos em que a manutenção da floresta é possível pelo estoque de plantas remanecentes. O manejo florestal deve ser autorizado pelo Instituto Brasileiro do Meio-Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) por meio da apresentação do Plano de Manejo Florestal Sustentável (PMFS), documento em que é estabelecido as ações de exploração sustentável da floresta que garante a legalidade do manejo.

Segundo o Decreto n° 5.975 de 2006, algumas das informações obrigatórias que o Plano de Manejo Florestal Sustentável deve conter são:


● Objetivos e justificativas do manejo florestal;
● Caracterização do meio ambiente;
● Discriminação das áreas da propriedade;
● Inventário florestal;
● Sistema de silvicultura ou de exploração adequado;
● Análise de impactos ambientais;
● Monitoramento da floresta remanescente;
● Ações de mitigação dos impactos sociais e ambientais causados.

As principais etapas do manejo florestal podem ser divididas em:

  • Planejamento: Elaboração do PMFS com identificação das aptidões da floresta, delimitação das parcelas da área a ser manejada, estimativa dos cortes permissíveis, seleção e marcação das árvores a serem abatidas, elaboração do mapa de colheita, etc.
  • Colheita: Abertura da floresta dentro das parcelas para passagem, corte de cipós para evitar acidentes e prejuízos, abate direcional das árvores marcadas, traçamento (divisão em toras) e remoção das árvores.
  • Tratos Silviculturais: Remoção de cipós, plantio de novas árvores etc.
  • Avaliação de impactos e monitoramento: Avaliar os efeitos sobre o solo, água, ar, fauna e vegetação decorrentes do manejo e monitoramento da sucessão, crescimento e produção florestal na área.

Produtos Florestais


Os produtos florestais do manejo florestal podem ser divididos em produtos madeireiros e produtos não-madeireiros.

Os produtos florestais madeireiros, como o nome indica, que provém da madeira, como:
● Lenhas
● Móveis e objetos de madeira
● Carvão vegetal
● Pisos laminados

Já os produtos florestais não-madeireiros são os produtos florestais não lenhosos, como:


● Óleos
● Resinas
● Frutos
● Sementes
● Celulose
● Látex

Referências

IMANEJO FLORESTAL. [S. l.], 201-. Disponível em: http://www.ift.org.br/quem-somos/manejo-florestal/. Acesso em: 26 nov. 2021.

PERGUNTAS frequentes sobre o manejo florestal comunitário. [S. l.], 201-. Disponível em: https://www.florestal.gov.br/perguntas-frequentes/68-fomento-florestal/475-perguntas-frequentes-sobre-o-manejo-florestal-comunitario#an1. Acesso em: 26 nov. 2021.
LEI Nº 11.284, DE 2 DE MARÇO DE 2006. [S. l.], 201-. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2004-2006/2006/Lei/L11284.htm. Acesso em: 26 nov. 2021.

LEÃO , Regina Machado. A Floresta e o Homem. São Paulo – SP: EdUsp, 2000. 435 p

PRODUTOS Florestais. [S. l.], 201-. Disponível em: https://iba.org/produtos-florestais. Acesso em: 27 nov. 2021.

HUMMEL, Antônio Carlos. NORMAS DE ACESSO AO RECURSO FLORESTAL NA AMAZÔNIA BRASILEIRA: O CASO DO MANEJO FLORESTAL MADEREIRO. MANEJO FLORESTAL, Manaus – AM, 2001. Disponível em: https://repositorio.inpa.gov.br/bitstream/1/5192/1/Antonio_Hummel.pdf. Acesso em: 27 nov. 2021.

DECRETO Nº 5.975 DE 30 DE NOVEMBRO DE 2006. [S. l.], 30 nov. 2006. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2004-2006/2006/Decreto/D5975.htm. Acesso em: 26 nov. 2021.

Tags

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *