Mudanças climáticas e suas implicações

A mudança climática é considerada uma alteração global e de longo prazo do clima da Terra, esse fenômeno afeta as mudanças na temperatura, precipitação, nebulosidade e outros fenômenos climáticos. É um acontecimento que já vem sendo observado ao longo da história e tem origem natural ou antrópica.

O que são mudanças climáticas?

De acordo com o Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC), as alterações climáticas ‘’referem-se a uma alteração no estado do clima que pode ser identificada (exemplo: por meio de testes estatísticos) através de alterações na medida e/ou na variabilidade das suas propriedades e que persiste durante um longo período de tempo, tipicamente décadas ou mais’’.

As mudanças climáticas ocorrem ao longo da história da Terra, elas podem ocorrer naturalmente, um bom exemplo é a incidência do Sol atingindo a superfície gerando um aumento ou diminuição do clima em determinados períodos, mudanças na inclinação da terra, e os fenômenos El Ninõ e La Ninã que provocam mudanças na temperatura das águas do Pacífico que por sua vez provocam mudanças climáticas em diversas áreas. Também ocorre de forma antrópica que é criada pelo próprio homem, por exemplo, a queima de combustíveis fósseis que eventualmente emite gases de efeito estufa na atmosfera, também pode ser citado o desmatamento e assim por diante.

O impacto das mudanças climáticas

Devido às ações do homem, a mudança climática que a Terra está passando terá uma variedade de impactos, e esse impacto deve ser mais sério em países que são menos capazes de se adaptar às mudanças futuras. As consequências são:

  • Desertificação
  • Aquecimento Global
  • Perda das camadas polares
  • Alteração em ecossistemas
  • Impactos na saúde e bem-estar
  • Aumento da frequência de fenômenos climáticos extremos, como secas e chuvas

Ocorrência na mudança climática no Canadá e Brasil

Recentemente o Canadá bateu recordes em relação ao nível da temperatura atingindo mais de 40o C em algumas regiões e grande onda de calor já matou mais de 100 pessoas.

Segundo o serviço meteorológico do Reino Unido, Met Office ‘’Sem a mudança climática induzida pelo homem teria sido quase impossível a temperatura em Lytton ter atingido 49,6o C, já que as chances de ocorrência natural de um extremo como esse na região são de uma vez a cada dezena de milhares de anos’’.

Uma grande onda de calor causou vários incêndios florestais em ambos os lados da fronteira EUA-Canadá devido a um fenômeno conhecido como ‘’cúpula de calor’’, na qual a alta pressão retém o ar quente em uma região.

‘’As ondas de calor estão se tornando mais frequentes e intensas à medida que as concentrações de gases de efeito estufa aumentam as temperaturas globais. Elas começam mais cedo e terminam mais tarde, causando um impacto cada vez maior na saúde humana e nos sistemas de saúde’’, alertou dia 29/6 a Organização Meteorológica Mundial, com sede em Genebra.

A explicação para o frio intenso que atingiu várias regiões do Brasil no início do inverno é que o material polar das altas latitudes encontraram as massas de ar mais frias e secas. Isso geralmente acontece de duas a três vezes por ano no Brasil, fazendo com que a temperatura caia drasticamente.

O principal motivo da maior diferença de temperatura entre o Brasil e o Canadá é que um está localizado no hemisfério sul e o outro no hemisfério norte. Portanto, é inverno no Brasil e verão no Canadá. Além disso, a natureza continental do Canadá também é favorável a altas temperaturas.

O que fazer para diminuir o dano das mudanças climáticas?

Em dezembro de 2015 foi assinado o Acordo de Paris, neste documento os países reconheceram que as alterações climáticas são uma ameaça urgente e irreversível para todas as populações, sendo necessário a implementação de políticas para reduzir as emissões de dióxido de carbono e outros gases com efeito estufa através de investimentos e outros meios de energia limpa. Contudo, alguns estudos mostram que as medidas tomadas até o momento não são suficientes para atingir esse objetivo. O governo, as instituições privadas e a sociedade civil devem trabalhar juntos para tomar medidas para mitigar as mudanças climáticas.

Referências:

SANTOS, Vanessa Sardinha dos. “Mudanças climáticas”; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/biologia/mudancas-climaticas.htm. Acesso em 06 de julho de 2021.
MetSul. ‘’CIDADE PEGA FOGO APÓS QUEBRAR RECORDE DE CALOR DO CANADÁ’’. Disponível em: https://metsul.com/cidade-pega-fogo-apos-quebrar-recorde-de-calor-do-canada/.  Acesso em 06 de julho de 2021.
Metsul. ‘’PODEROSA MASSA DE AR POLAR CHEGA AO BRASIL COM CHANCE DE NEVE NO SUL DO PAÍS’’. Disponível em: https://metsul.com/poderosa-massa-de-ar-polar-chega-ao-brasil-com-chance-de-neve-no-sul-do-pais/. Acesso em 06 de julho de 2021.
AFP. ‘’Canadá bate 49,5oC: forte onda de calor já matou mais de 100 pessoas’’. Disponível em: https://exame.com/mundo/canada-bate-495oc-forte-onda-de-calor-ja-matou-mais-de-100-pessoas/. Acesso em 06 de julho de 2021.

Tags

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *